NOTE! This site uses cookies and similar technologies.

If you not change browser settings, you agree to it.

I understand

SDGs for All

SDGs for All is a joint media project of the global news organization International Press Syndicate (INPS) and the lay Buddhist network Soka Gakkai International (SGI). It aims to promote the Sustainable Development Goals (SDGs), which are at the heart of the 2030 Agenda for Sustainable Development, a comprehensive, far-reaching and people-centred set of universal and transformative goals and targets. It offers in-depth news and analyses of local, national, regional and global action for people, planet and prosperity. This project website is also a reference point for discussions, decisions and substantive actions related to 17 goals and 169 targets to move the world onto a sustainable and resilient path.

Foto: O significado da vida oceânica em toda a África quer dizer muito pouco para muitas pessoas aqui pois elas desfrutam de férias nas praias do lado dos oceanos, como a praia de Muizernberg na Cidade do Cabo, exibida na foto. Autoria: Jeffrey Moyo/IDN

Por Jeffrey Moyo

HARARE (IDN) – Logo que o crepúsculo cai, Petina Dube sai da sua casa equilibrando um saco cheio de lixo que estava no seu quintal por recolher no meio das denúncias de que os coletores de lixo municipais não têm combustível para levarem a cabo o trabalho deles em muitas áreas residenciais na capital zimbabuense, Harare.

Aos 43 anos, Dube, residente nos subúrbios densamente povoados de Warren Park em Harare, aparentemente não se preocupa para onde irá o lixo depois de o jogar fora. “Francamente, não estou preocupada em saber onde é que este lixo irá acabar; vou apenas despejá-lo para um riacho não muito longe daqui,” diz Dube.

Foto: Meninas do programa de salvaguarda dos jovens no Malawi, que fornece informações sobre saúde sexual e reprodutiva, ajuda os jovens a aceder aos serviços de saúde e oferece formação de liderança. Crédito: UNFPA Malawi/Hope Ngwira.

Por J Nastranis

Nova Iorque (IDN)- menos de 30 dólares gastos por pessoa por ano pode fazer maravilhas para a saúde e educação do adolescente, encontra um novo estudo encomendado pela UNFPA, o Fundo da População das Nações Unidas.

O relatório foi publicado na The Lancet na véspera das reuniões da Primavera do Banco Mundial em Washington D.C., de 21 a 23 de abril de 2017, onde os líderes de finanças e desenvolvimento de 188 países foram relatados para discutir a necessidade crítica de investir nos adolescentes.

Crédito das fotos: Fabiola Ortiz | IDN-INPS

Por Fabíola Ortiz

MARRAKESH (IDN) – Estabelecer um trajeto claro e incluir as mulheres e meninas nos esforços globais relativos às mudanças climáticas foram alguns dos maiores desafios enfrentados pelas delegações e entidades não estatais na última Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas realizada em Marrakesh.

Formalmente conhecida como a Vigésima Segunda Conferência das Partes (COP22), a conferência reservou um dia especial (14 de novembro) para discutir exclusivamente as questões de gênero dentro da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima (CQNUMC).

Foto: Visão geral do evento realizado pela SGI-CTI na ONU. Crédito: Tsuneo Yabusaki.

Por Rodney Reynolds

NAÇÕES UNIDAS (IDN) – O Secretário-Geral Ban Ki-Moon, que continua a reiterar o papel central a ser desempenhado pela juventude na implementação dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU até 2030, lembra que muitos jovens ao redor do mundo foram desproporcionalmente afetados por crises econômicas e recessão.

“Na condição de porta-bandeiras da nova agenda de desenvolvimento, vocês possuem um papel crítico a desempenhar na erradicação da pobreza, desigualdade, fome e degradação ambiental. As suas ações serão fundamentais para inaugurar uma era em que ninguém seja deixado para trás”, declarou ele a um grupo de jovens.

Photo: Roundtable. Credit: Nobuyuki Asai | SGI

Por Jaya Ramachandran

GENEBRA (IDN) - Representantes de organizações religiosas (FBOs), agências das Nações Unidas, NGOs e instituições acadêmicas ressaltaram a necessidade de envolvimento com as comunidades religiosas locais para reduzir a vulnerabilidade em risco de desastres, ouvir e levar em conta as vozes, especialmente de mulheres, que são as mais afetadas.

Uma mesa redonda antes do Dia Internacional de Redução de Desastres que acontece no dia 13 de outubro também pediu o suporte das comunidades religiosas locais com atividades de redução de risco de desastres (RRD), e maximizando a contribuição de FBOs, 'usando' seu capital espiritual.

Photo: Participants applauding adoption of the Global Education Action Plan by the UN Department of Public Information/Non-Governmental Organization Conference, Gyeongju. Credit: Katsuhiro Asagiri | INPS Japan

Análise por Ramesh Jaura e Katsuhiro Asagiri

GYEONGJU, Coreia do Sul (IDN) – Cinco meses depois de a comunidade internacional implementar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODSs) sancionados por líderes mundiais em setembro de 2015, representantes de organizações não governamentais (ONGs) e academia finalizaram e adotaram uma agenda de ação educacional global.

A agenda, afirmando a importância do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável número 4 – Garantir uma educação de qualidade, inclusiva e equitativa, e promovendo oportunidades vitalícias para todos – é descrita no Plano de Ação de Gyeongju.

Photo: High-Level Leaders’ Roundtable on “Managing Risks and Crises Differently”. Source: WHS

Análise por Jacques N. Couvas

ISTAMBUL (IDN) -  A ausência de um grande número de líderes mundiais, incluindo a maioria do grupo dos 7 países industrializados (G7), sem dúvida causou profunda decepção. Mas a primeira Cúpula Humanitária Mundial (WHS), nos 70 anos de existência das Nações Unidas, não vai entrar para a história como um fracasso vergonhoso para a diplomacia internacional, nem será a última conferência desse tipo, de acordo com especialistas.

Photo: View of Grbavica, a neighbourhood of Sarajevo, approximately 4 months after the signing of the Dayton Peace Accord that officially ended the war in Bosnia. Source: Public Domain (PD-USGov-Military)

Análise por Vesna Peric Zimonjic

BELGRADO (IDN) – A violenta ruptura da antiga Iugoslávia aconteceu há não mais de duas décadas. A paz foi estabelecida na região por volta dos anos 90. Porém, para aqueles que dificilmente conhecem sobre a brutal violência e desastre humanitário que acompanhou a ruptura política, pouco pode parecer ter mudado.

"Não há mais manifestações, mas a retórica política e falta de recuperação econômica profunda mantém as pessoas presas em um passado recente, com pouca visão de um futuro melhor”, disse o proeminente professor de sociologia Ratko Bozovic. “Existem novas gerações em toda antiga Iugoslávia que não conhece nada além de como esta ou aquela guerra aconteceu. ”

Photo: UN Secretary-General Ban Ki-moon (left) with Turkish Prime Minister Recep Tayyip Erdoğan (right). Source: WHS

Análise por Rodney Reynolds

ISTAMBUL (IDN) – A primeira Cúpula Humanitária Mundial da História em Istambul, que o Secretário Geral Ban Ki-moon propôs desde 2012, não atingiu suas altas expectativas, apesar de quatros anos de consultas com 23.000 pessoas em mais de 150 países.

“Esta é uma reunião das Nações Unidas do século XXI”, vangloriou-se Ban aos representantes em suas considerações iniciais. Mas a cúpula de dois dias, que foi concluída em 24 de maio, não gerou nenhum financiamento significativo nem recebeu o apoio político total dos 5 membros permanentes da ONU – Reino Unido, Estados Unidos, França, China e Rússia – cujos líderes foram poucos notados por sua ausência.

Page 1 of 2

Striving for People Planet and Peace 2017

MAPTING

 


Please publish modules in offcanvas position.